O bom filho a casa torna, desde o 600 e a Travessia Oeste Leste, não conseguia mais fazer um pedal mais longo, fora que as últimas duas semanas foram de muita correria e ainda estive desde domingo passado com problemas intestinais que me deixaram um pouco pra baixo, mas havia me programado para ir  Floripa para pegar minhas medalhas francesas do 600k e de SR, seria em principio um pedal de 340k aproximadamente.

 

Tive a idéia desse roteiro na semana passada, convidei alguns amigos para ter companhia, mas a maioria do pessoal corre da brincadeira quando se fala em fazer 300km num só dia, apenas o amigo Léo Fróes de Gaspar, nosso apoio na travessia se prontificou a ir junto.

 

Sai da Vila Itoupava exatamente as 3 da manhã com o gps marcando 7 graus, a primeira parada seria no Posto Pioneiro na entrada de Gaspar onde o Léo esperava, a parte pela Itoupava Central foi boa, rodovia vazia, dando de pedalar sobre a pista, a 470 foi uma desgraça, não da para acelerar, porque mesmo com lanternas o acostamento que ainda estava úmido, ficava muito manchado, nunca sabendo se era sujeira, água ou buracos, mas mesmo assim cheguei rápido em Gaspar de onde optamos em ir a 101 por dentro de Ilhota.

IMG_20150912_025918891

 

IMG_20150912_042442189

 

De Gaspar a Itajai foi um pedal tranquilo, apenas um pouco de stress com alguns motoristas demonstrando suas sandicies, chegamos na 101 por volta de 6 da manhã, com a temperatura um pouco mais baixa, mas mostrando que seria um dia lindo. Balneário Camboríu o sol já estava alto, a vista na descida do Morro do Boi estava tão boa que mereceu uma foto, depois uma só tocada até no café 0800 em Porto Belo/Tijucas.IMG_20150912_075440797 IMG_20150912_065434128_HDR IMG_20150912_065423297_HDR IMG_20150912_055006654 IMG_20150912_055002673

 

Depois do café 0800 a tocada era direto a Floripa, chegamos no Della por volta das 10:30, a pior parte da viagem, a entrada na Ilha, fomos fazer a maluquice de entrar pela Via Expressa, nunca mais faço isso, inexiste respeito com os ciclistas, todos tocam encima, ninguém reduz nada, suicídio puro.

Minha idéia foi ir a Floripa para cumprimentar os amigos, Della e Rafaella pela conclusão do PBP 2015 e Maury e Patricia pela participação. Por fim só encontrei o Della e a Rafa, que fizeram a pedalada valer a pena com uma boa conversa que nos fez aumentar o tempo previsto de parada de 30 minutos para 2 horas e 30, mas foi o ápice da pedalada. Obrigado aos dois pela recepção calorosa.

IMG-20150913-WA0005

 

Fotos, despedidas e agora era voltar pra casa, rapidamente saimos da Ilha usando o já costumeiro roteiro pelo Estreito, andamos mais alguns km pela Marginal, paramos num posto para fazer um lanche e tomar uma Malzbier para energizar e depois pau na lata porque Blumenau ainda estava longe.

IMG_20150912_140540369_HDR

O plano era tocar até próximo ao Pedágio e fazer um lanche, mas alguns kms antes de Tijucas vimos um senhor já de certa idade parado com a bike carregada de alforges e bolsas e paramos para ver se precisava de ajuda, começou a falar num inglês simplorio e acabou falando que era da Alemanha, depois disso perdemos um bom tempo conversando com ele, deu para ver que meu alemão não esta tão ruim afinal. O homem é o Herr  Frank de Hanover na Alemanha, iniciou a viagem dele na Oceania e esta dando a volta ao mundo, vai subir pelo Brasil até a Amazônia onde vai cruzar para a Venezuela e seguir viagem para a América Central, ele iria pernoitar em Porto Belo, quando falei que ainda iria até Blumenau e que já havia feito até aquele momento 200km ele disse que eramos os primeiros ciclistas brasileiros que ele conhecia com esse nível de insanidade.

Depois do papo, uma paradinha antes do pedágio para tomar um café e uma laranjinha e seguir adiante.

IMG_20150912_163255134_HDR IMG_20150912_160040304_HDR

Dali em diante tetamos andar mais rápido para chegar em Itajai no acesso a Ilhota ainda no dia claro, mas escureceu uns 5kms antes, BC nos presenteou com um belo pôr do sol, cada km andado nos aproximava de casa, chegamos em Gaspar pouco tempo depois das 20 horas, eu optei por encerrar ali para evitar o risco do trânsito, pois tinha duas opções e ambas não muito seguras, a ligação pelo Bela Vista, sem acostamento e pista ruim ou uns 14kms pela 470 que é totalmente escura, acostamento e pista ruim, muito movimento e isso agravado pelo sono que já batia, ai como já estava batendo na porta dos 300k, optei pela segurança e o Léo ligou para o amigo Josué que me trouxe para casa de carro.

IMG_20150913_080300032 IMG_20150912_175053315_HDR

Saldo da viagem:

Medalhas em casa, vimos atletas do triathlon treinando, grupos de pedal grandes, mas o que mais chamou a atenção foi a quantidade de motoristas malucos que não tem o minimo de respeito com o próximo, de qualquer forma, foi um pedal proveitoso, após uma semana com problemas intestinais, fechei com louvor meus 300km, voltando a boa fase de treinos longos. Vou tentar daqui pra frente fazer pelo menos um treino por mês acima de 200k e 3 intermediários.

Obrigado ao Léo pela companhia no pedal e ao Della e a Rafa pela recepção em Floripa…..logo logo rola outro treino para ai.

E um agradecimento especial ao Josué pela providencial carona de Gaspar até em casa.

 

Bom, por hoje é isso, saudações ciclisticas a todos e vamos pedalar, independente do estilo de bike e da distância, o que importa é girar.

 

Roteiro do pedal:

4 thoughts on “Bate volta a Floripa, pedalzinho para relaxar.

  • setembro 21, 2015 at 11:42 am
    Permalink

    Parabéns pelo pedal! Não deve ter sido fácil, mas a natureza sempre recompensa com as belas paisagens né :)

    • outubro 3, 2015 at 1:36 am
      Permalink

      Com certeza vale muito a pena. Logo sai mais um desses.

  • setembro 14, 2015 at 1:32 pm
    Permalink

    Valeu meu amigo. A média nem foi grandes coisas, pois com o tempo parado em Floripa deu uma baixada boa. Logo vc tb estará de volta.

  • setembro 14, 2015 at 1:07 pm
    Permalink

    Parabéns pelo retorno, pedal de qualidade em média alta.
    Que venham os próximos treinos :)

Comments are closed.